MANUAL DE INSTRUÇÕES

Eu vazo em minhas palavras

Meu sangue é feito

Da mesma matéria que a tinta

Com que escrevo meus versos.

.

Não tenho mistérios

Não tenho mentiras

Não tenho temas e nem tempo e nem jeito

Quanto mais regras.

.

Tenho sim uma meia dúzia de palavras

E outra porção de sensações

Com mais um bocado de sentimentos e impressões…

.

E tenho essa válvula-poesia

Que em mim veio quebrada

Essa válvula por onde extrapolo,

Por onde eu vazo em minhas palavras…

.

.

Recentíssima, de apenas 40 minutos atrás. Feita na aula do Alexandre, às 21h42.

Anúncios

Um comentário em “MANUAL DE INSTRUÇÕES

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s