ENTER

Não mal julgue a minha estética

.

Não julgue a contagem dos versos.

.

Se eu gosto dos meus poemas assim,

.

Se os adoro cheios de espaços,

.

É porque eu mesma preciso disso.

.

Se os meus pulmões nada são sem ar,

.

Encho então de vento meus escritos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s