¿…?

E o sentimento mais incômodo

Vem não se sabe de onde.

Vem, não te conta o por quê.

Vem sem destino, sem leme

E sem âncora, sem vela, remo, destino

Motivo, soluço, sem tradução, sem traço.

E se instala. E incomoda.

É esse.

Até que passa.

IBM, sexat-feira, deprê, vinte e dois de janeiro de dois mil e dez.

Anúncios

Um comentário em “¿…?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s